.

Do
(01/01/2005)
O SIGNIFICADO DO


O QUE É O TAEKWON-DO?

O Taekwon-do é uma arte marcial.
Foi desenvolvida na Coréia pelo General Choi Hong Hi.
Seu nome foi adotado no dia 11 de Abril de 1955, por um comitê dirigido pelo Gal. Choi Hong Hi.
Originalmente o nome se escrevia com três palavras: "Tae Kwon Do".

QUAL É O SIGNIFICADO DAS PALAVRAS "TAE", "KWON" E "DO"?

Na tradução literal da Enciclopédia do Taekwon-Do escrita pelo General Choi Hong Hi (volume 1, página 21),
"Tae", refere-se a saltar ou voar, a chutar ou esmagar com o pé.
"Kwon", significa punho - principalmente refere-se a golpear ou destruir com a mão ou com o punho.
"Do", refere-se a "arte" ou ao "caminho" - o bom caminho construído e pavimentado no passado pelos santos e sábios.

Simplificando,

- "Tae", refere-se ao "pé"
- "Kwon", refere-se a "mão"
- "Do", refere-se a "arte" ou ao "caminho".

Por tanto, coletiva e literalmente, "Taekwon-Do" significa "O caminho do pé e da mão".
Na Enciclopédia do Taekwon-Do (volume 1, página 21), o Gal. Choi Hong Hi define o "Taekwon-Do" como o treinamento da mente e das técnicas para um combate desarmado, tanto para a defesa pessoal como também para a saúde, envolvendo a específica aplicação dos punhos, chutes, bloqueios e golpes com as próprias mãos e pés com o objetivo da rápida destruição do oponente ou oponentes em movimento

O Gal. Choi mencionou que, no começo (1955), seu recente desenho de arte marcial não era muito conhecido.
Para assegurar a correta pronuncia do nome, ele preferiu escreve-lo como três palavras separadas: "Tae Kwon Do".
Desde 1972, o nome se escreve da seguinte maneira: "Taekwon-Do".

O Gal. Choi explicou que esta modificação foi feita para frisar a necessidade de harmonia entre o treinamento físico (o "tae" e o "kwon") e o mental (o "do"). 

HOUVE EVOLUÇÃO DO TAEKWON-DO ?

Como arte marcial, o Taekwon-Do originalmente estava formulado como:
- Uma forma de defesa pessoal.
- Uma maneira de aperfeiçoar o próprio comportamento e criar uma melhor sociedade.

O TKD foi aceito como esporte Olímpico (WTF), e alguns praticantes e instrutores têm preferido focalizar-se estritamente em seus valores como atividade competitiva.

O Gal. Choi trabalhou muito duramente toda sua vida para desenvolver o Taekwon-Do como uma arte marcial, particularmente na sua forma técnica.

Em 1983, ele publicou a Enciclopédia do Taekwon-Do composta de 15 volumes, dos quais 14 explicam as técnicas do Taekwon-Do.

A princípios de 1970, o Gal. Choi reconheceu a importância de centralizar-se na cultura moral do ensino do Taekwon-Do.
Ele estava muito ocupado no desenvolvimento das técnicas, como para expandir o "Do".

Na sua última publicação, Livro Guia para a Cultura Moral, o Gal. Choi reconheceu a necessidade de concentrar-se tanto no "Do" como nas distintas técnicas.
Neste livro, expressa seu desejo de que a próxima geração aborde este assunto.

QUAL ERA O  DESEJO DO GAL. CHOI?

Reafirmo a todos os membros da ITF, como novo líder legal eleito por regras democráticas para suceder ao Gal. Choi, e na ocasião do 49º aniversario da criação do Taekwon-Do, que estou fortemente comprometido a satisfazer esse último desejo de nosso Fundador, o que foi expressado livre e publicamente.
Para firmar isto, estou tomando a condução da ITF para desenvolver todo o potencial do Taekwon-Do focalizando as suas quatro facetas:
O Taekwon-Do como esporte; O Taekwon-Do como arte marcial; O Taekwon-Do como forma de vida e O Taekwon-Do como ferramenta para o desenvolvimento social.

QUAL É O SIGNIFICADO DA PALABRA "DO"?

O término "Do" provem da palavra China "Dao", que significa "o caminho".
Podemos dizer que a vida de uma pessoa é como um caminho pelo qual deve viajar. Neste caminho ela se encontra com vários desafios, e deve tomar diferentes decisões.
Utilizando o treinamento mental, inclusive o treinamento da cultura moral, podemos identificar os princípios que o guiarão nos seus esforços para o desenvolvimento de suas qualidades e comportamentos positivos.
Isto definitivamente o levará até a máxima meta na vida, e trara felicidade.

EXISTE UMA DEFINIÇÃO SIMPLES DO "DO"?

Podemos definir o "Do" como "o caminho para converter-se numa melhor pessoa e ter uma vida mais feliz".

QUAL É FUNÇÃO DO "MESTRE" NO TAEKWON-DO?

Obvio que as pessoas necessitam que as guiem ou de outro modo poderão perder-se.
Na cultura chinesa, o guia era chamado "Si-Fu", que significa "Mestre".
Desta maneira o trabalho do Mestre, é guiar a seus alunos para que sigam o caminho correto.
Como guia, a responsabilidade do Mestre é enorme.
Esta responsabilidade interage entre a escola de TKD, a educação o ambiente de trabalho e a  familia.
O Mestre era tão importante na cultura da China, que Confúcio, um grande filósofo da chines e educador no Século 5º AC, colocava na autoridade hierárquica da sociedade, o Mestre atraz do Rei, mas acima do Pai.
Por isto, é importante entender que o rol dos educadores do TKD ITF não se limita a ensinar o programa técnico.
As avaliações devem estar baseadas também na aplicação da filosofia, dos princípios, e o juramento dos alunos no TKD ITF.
Há um provérbio oriental que dis: "O animal que morre deixa sua pele, mas o homem que morre deixa  seu nome".
É por isto que os instrutores devem honrar as realizações dos estudantes em projetos que beneficiem a sociedade, porque esta deveria ser a meta para todos membros da ITF.

DE ONDE VEM O "DO"?

Pensamentos de filósofos e religiosos da Índia e da China, conduziram para o desenvolvimento do código de conduta para as artes marciais.
O mesmo inclui características tais como:

- O ensino de Buda:
Por que sofremos?
Como desenvolver a consciência?
Como se conduzir na vida?

- O ensino de Confúcio:
Como ser?
Como se comportar?
Como fazer?
Como liderar?

- O ensino de Lao-Tzu:
a existência e a importância da harmonia entre o Ying e o Yang; orientação para a cultura moral.

A filosofia do Gal. Choi, tal como está expressa em sua "Enciclopédia" e no seu Livro "Guia para a Cultura Moral", nos mostra, que ele se encontrava muito influenciado por Confúcio no momento em que desenvolveu os princípios e do Juramento do aluno.

COMO PODEMOS APRENDER O "DO"?

Necessitamos entender o propósito da vida, que é buscar a felicidade.
Para começar, necessitamos nos ocupar das necessidades humanas fundamentais: comida, roupa, teto e cuidado médico.
Porem, ainda que possuamos abundante dinheiro ou tenhamos uma posição alta na sociedade, não há garantia de que seremos felizes.
A verdadeira felicidade somente é possível quando vivemos em harmonia (nós e o que nos rodeia), encontrando assim a paz interior.
Para  isto, devemos acreditar em um sistema de valores, ele te ajudará a distinguir a diferença entre o bom e o mau, o correto e o incorreto.
Ha dois livros interessantes que explicam estes princípios, os mesmos estão em concordância com a cultura moral promovida pelo Taekwon-Do.

Estes são accessíveis a todos e são:

- Sabedoria Antiga, Mundo Moderno, escrito pelo 14º Dalai Lama.
O mesmo escreveu este livro em 1999 como uma proposta para o Código da Ética para o novo milênio.

- A arte da Felicidade, escrito pelo 14º Dalai Lama e Howard Cutler.
Aqui há algumas palavras claves para reflexionar na procura da felicidade: Verdade, respeito, humildade, generosidade, tolerância, harmonia, paz, justiça, liberdade e compaixão.

COMO PODEMOS ENSINAR O "DO"?

Temos a filosofia e as ferramentas tais como foram desenvolvidas por nosso Fundador, o Gal. Choi Hong Hi.
Agora necessitamos adaptar essas ferramentas à época em que vivemos.
Os princípios básicos do Taekwon-Do
- cortesia, integridade, perseverança, autocontrole, espírito indomável ,são uma síntese dos valores universais.

Necessitamos ensinar progressivamente de acordo ao nível de nossos alunos e evitar as pequenas interpretações erradas.
Por exemplo, a "cortesia" pode ser definida como "refinada educação".
Podemos começar ensinando a nossos alunos a demonstrar respeito mutuo mediante o ensino de aprender, como se deve cumprimentar e como se deve escutar.

Necessitamos alertar os alunos a aplicar todo o que aprendem no seu dia a dia.
Podemos explorar o principio da "cortesia" ensinando-lhes sobre a bondade e a educação, a modéstia, e logo a gratidão e importância da lealdade seguida pela ajuda, a generosidade e a compaixão.
É essencial, obvio, que o instrutor sempre de o bom exemplo.
Não podemos ensinar nossos alunos que, "façam o que eu digo, não o que faço".

Utilizando exemplos e contando anedotas que ilustrem conceitos filosóficos e morais, colaboraremos com nossos alunos para recordar e entender melhor o que se lhes ensina.
Não devemos deixar de advertir nossos alunos os perigos da má interpretação.
Por exemplo, a "lealdade" definida como "gratidão para com uma pessoa, organização ou causa" é um importante componente da "cortesia".
Entretanto, a "lealdade cega" pode conduzir a infelicidade.
Por tanto, se presenciamos o que parece ser um abuso de lealdade, devemos confiar em nosso sistema de valores para ajudarmos a tomar uma decisão correta sobre as atitudes e ações adequadas a realizar.
É obvio que devemos atuar sempre respeitosamente.
Aqui lhes apresento algumas palavras chaves e pensamentos sobre os outros princípios do Taekwon-Do:

Integridade - Seja honesto, seja respeitoso da verdade e das regras estabelecidas, seja sincero.
Auto-Controle- Fique calmo e tenha o controle sobre sua emoção. Reflexione sobre as conseqüências de suas ações antes de atuar.
Confúcio sugere que antes de falar torça sua língua 7 vezes e que não lhe faça nada ao próximo que não queira que façam com você.

Perseverança - Trabalhar com dedicação para colher as metas na vida. Analise os fracassos faça ajustes para poder triunfar.
A estrutura que temos no sistema de graduações de Kups e Faixa Preta ajuda a desenvolver a perseverança.
Nos construímos a auto-estima mediante a acumulação de pequenos triunfos, ganhando força e a habilidade de perseverar.

Espírito Indomável - Defenda as causas e valores nos quais você acredita. Lembre-se que a justiça requer de coragem na vida. Desenvolva uma boa atitude quando se depara com dificuldades. Para assegurar a integração dos valores morais do Taekwon-Do, necessitamos auto-avaliarmos periodicamente repassando o realizado durante o último período para saber se cuprimos cada principio. Necessitamos, para o futuro, analisar cada situação e corrigir o comportamento ou atitude incorreta. Um bom acoplamento com os princípios do Taekwon-Do atrairá a atenção dos outros como modelo do bom. Utilizando este método, nos converteremos em melhores cidadãos, e contribuiremos na construção de uma sociedade melhor onde prevalecerá a paz, justiça e liberdade. 

QUAL É O FUTURO PARA OS INSTRUTORES DA ITF?

O ensino do "Do" é um objetivo prioritário na ITF.

Desde o ano passado temos integrado no programa dos Cursos Internacionais de Instrutores da ITF, a introdução do ensino do "Do".
A princípios de 2005 estará pronto um programa bem estruturado, com objetivos para cada nível, com ferramentas poderosas e treinamento para educadores (mestres, professores e instrutores).

POR QUE AGORA SE DÁ ÊNFASE NO "DO"?

Porque: - Nosso Fundador desenhou nosso sistema técnico tão bem, que somente necessitamos ajusta-lo.
Por isto, podemos dedicar mais tempo e esforço para por em seu lugar o necessário para um ensino efetivo do "Do".

- Os alunos estão tão ansiosos por aprender sobre do "Do" que fazem muitas perguntas para conhecer mais sobre ele.
- É nossa responsabilidade ensinar não só o "como" se não também o "por quê" do ensino de certos temas sobre o treinamento moral e mental, tais como o protocolo, os princípios, o juramento dos alunos e a filosofia do TKD ITF.

- Abrir as portas a todas as organizações filiadas a ITF para trabalhar com o setor educativo.
Por exemplo, o TKD ITF poderia estar incluído nos programas extracurriculares (que se realizam após o horário escolar), com um importante conteúdo produzido pela ITF.

CONCLUSÃO

A filosofia do Taekwon-Do pode ser resumida utilizando as últimas duas declarações do juramento do aluno:

- Serei campeão da justiça e da liberdade.
- Construirei um mundo melhor e mais pacífico.

Com a prática do TKD ITF e vivendo em concordância com seus valores fundamentais, nos converteremos em bons cidadãos, e seremos capazes de construir um mundo melhor.
Acredito que estas palavras os convencerão sobre a importância do ensino do "Do".

Espero que todos os Instrutores da ITF atuem energicamente sem atraso na incorporação do treinamento moral e mental em seus programas de ensino.
Creio fortemente que, mediante o ensino do "Do", cumpriremos com nossa missão como guias, ajudando a nossos alunos a viver por seu juramento e a converter-se em bons cidadãos, os quais ajudarão a melhorar a sociedade na que vivemos.

Escrito na cidade de Bathinda,

Estado de Punjab, ao Norte da Índia. April 11, 2004

Mestre Trân Triêu Quân
VIII Dan - Presidente ITF

<< Voltar


FBT © 2003 - All rights reserved
ITF’s Official Website: www.tkd-itf.org